terça-feira, 19 de abril de 2016

Propriedades da Noz

Embora se creia que a nogueira é procedente do centro da Ásia, esta árvore tem-se adaptado muito bem aos países próximos do Mediterrâneo. Pode dizer-se que, desde há vários milénios, a noz faz parte da típica dieta mediterrânea, tão elogiada pelos seus efeitos benéficos sobre a saúde em geral e do coração em particular.

Vejamos as características dos nutrientes das nozes:
Gorduras: Constituem mais de três quintos do peso da noz (61,9%). As gorduras da noz são formadas na sua maioria por ácidos gordos insaturados, com abundância de polinsaturados, além de lecitina. Entre os ácidos gordos da noz, há que salientar os seguintes:
Linoleico: É um ácido gordo essencial, de que o nosso organismo não pode prescindir, especialmente durante a infância. Reduz o nível de colesterol e intervém na formação do tecido nervoso e na produção de anticorpos. Com os seus 31,8 gramas de ácido linoleico por cem gramas, as nozes são um alimento rico neste ácido. A carne de vaca, por exemplo, possui unicamente 0,58% de ácido linoleico, isto é, 54 vezes menos que as nozes.
Linolénico: Este ácido gordo pertence à série omega-3, como aqueles que se encontram no peixe. Reduz o nível de colesterol e de triglicéridos no sangue, evita a formação de trombos dentro dos vasos sanguíneos e trava os processos inflamatórios.
Hidratos de carbono: A noz é o fruto seco oleaginoso mais pobre neste nutriente. Do ponto de vista químico trata-se de oligossacáridos (dextrinas) e uma pequena quantidade de açúcares (sacarose e dextrose). Isto torna as nozes um alimento muito bem tolerado pelos diabéticos.
Proteínas: As nozes contêm até 14,3% de proteínas de boa qualidade biológica. São um pouco deficitárias no aminoácido essencial metionina, o que facilmente se resolve combinando-as com cereais que são muito ricos em metionina. A mistura de nozes e cereais (pão, por exemplo) proporciona proteínas completas de uma qualidade igual ou superior às que a carne pode fornecer.
Vitaminas: A noz é uma boa fonte de vitaminas B1, B2, B3 (niacina) e B6, especialmente desta última. É um dos alimentos mais ricos que existem em vitamina B6, também chamada piridoxina. Só o gérmen de trigo e certos peixes, como a sardinha ou o salmão, igualam ou excedem a noz em vitamina B6. A carne e a maior parte dos peixes contêm metade ou um terço daquela que existe nas nozes. A vitamina B6 intervém no bom funcionamento do cérebro, assim como na produção de glóbulos vermelhos do sangue.
Minerais: A noz é rica em fósforo e potássio, enquanto que é pobre em sódio, o que favorece o bom estado do sistema cardiovascular. Contém uma boa quantidade de ferro, de magnésio e de cálcio. As nozes são uma das melhores fontes de oligoelementos. Estes minerais encontram-se em quantidades muito pequenas no nosso organismo, e desempenham numerosas funções, algumas das quais ainda desconhecidas. São especialmente ricas nos seguintes:
Zinco: Possuem 2730 µg (=2,73 mg) de zinco por cada 100 g, quantidade esta superior à de todas as carnes e peixes, com excepção do fígado.
Cobre: Nas nozes encontram-se 1390 µg (=1,39 mg) de cobre por cada 100 g, quantidade superior à da maior parte dos alimentos vegetais e animais. Este oligoelemento facilita a absorção de ferro no intestino, e contribui para evitar a anemia.
Manganésio: Deste oligoelemento a noz possui 2900 µg (=2,9 mg) por cada 100 g. A carne, o peixe, os ovos e o leite são pobres em manganésio. O manganésio é necessário para as funções reprodutoras, e a sua deficiência produz esterilidade em ambos os sexos..


in saudelar.com
 

Pasta de Figos



Ingredientes
 
Para 4 pessoas
12 figos secos
2 copos de água
7 chalotas das maiores
1 c. sopa de azeite virgem
2 c. sopa cheias de gengibre ralado
Raspa de 1 laranja grande
Sumo de 2 laranjas
2 c. sopa de xarope de ácer (na falta, use açúcar, mas não é o mesmo)


Modo de Fazer
 
Escolha figos secos, mas macios, tire-lhes o pé e corte-os ao meio. Leve à fervura a água e os figos, num pequeno tacho. Tape e, em lume brando, deixe reduzir a água para metade ou menos, durante mais ou menos 20 minutos. Reserve. Ponha as chalotas num recipiente com água fria durante uns minutos para que se descasquem com mais facilidade e corte-as às rodelas fininhas para serem salteadas no azeite, em lume muito brando, durante 20 minutos. Acrescente o gengibre, a raspa e o sumo das laranjas. Não deixe de mexer durante 5 a 10 minutos. Junte o cozimento dos figos e o xarope de ácer, mexendo até que esteja tudo bem ligado e retire do lume para ir arrefecendo. Bata com a varinha, mas pouco, para que parte dos figos e das chalotas se percebam e não fique uma papa. Meta num boião com tampa e refrigere. Sirva sobre bolachas de água e sal ou torradas de pão integral.

Nota: Se achar a compota muito espessa, na hora de utilizar, deslasse com sumo de laranja. 


in saudelar.com

Prato de Soja e Beringela




Ingredientes
Para 4 pessoas
4 beringelas grandes, rijas e brilhantes
2 chávenas de café de granulado de soja miúdo
Farinha q.b.
1 ovo batido
Óleo para fritar q.b.
Margarina vegetal
200g de queijo parmesão ralado na hora

Molho de Tomate

5 tomates grandes com a casca
1 cebola grande
1 chalota grande
1 dente de alho grande
Azeite e sal


Modo de Fazer
Descasque as beringelas e corte-as às rodelas grossinhas. Coloque-as na tábua da cozinha e tempere de sal grosso. Deixe um bocado a tomar gosto. Demolhe a soja durante 15 minutos numa tigela de água fria e, a seguir, ponha a cozer, com uma pitada de sal, durante outros 15 minutos. Deixe a escorrer num passador. Num tacho, leve ao lume, aos bocados, os ingredientes para o molho de tomate e cozinhe e tempere de maneira a que fique bem apurado. Bata e reserve. Em mais ou menos 3/4 do total do molho, misture a soja escorrida e leve ao lume mais um pouco para apurar. Reserve. Sacuda cada rodela de beringela, passe-as pela farinha e pelo ovo batido (temperado) e frite em óleo quente. Escorra bem em papel absorvente e vá arrumando as fatias num pirex untado com margarina e salpicado com queijo ralado. Cubra a primeira camada, ralando por cima o parmesão, e deitando uma parte do molho de tomate e soja. Repita as camadas e, na última, deite o molho de tomate, sem soja, que reservou. Mais queijo ralado e vai para o forno a 200ºC a gratinar. Sirva de seguida.



Nota: Pode fazer este prato de véspera e guardar, tapado, no frigorífico ou com antecedência, congelando, devidamente embalado. Se for este o caso, tem que o descongelar no frigorífico, de véspera. Os pratos de beringelas, até ficam mais saborosos depois de congelados.
Bom apetite!


in saudelar.com

Pudim de Morango e Banana (Vegan e sem açúcar)



Ingredientes:
(cerca de 16 formas de queques)
2 bananas maduras
250 gr morangos
1 maça descascada
150 ml de água
2 colheres sobremesa de agar-agar em pó

Preparação:

1. Colocar a fruta e a água no triturador de como a formar um creme homogéno, também pode usar uma varinha mágica caso não tenha outro equipamento.
2. Juntar o agár-agár e levar ao lume até levantar fervura.
3. Colocar nas formas e levar ao frio pelo menos durante 2 horas.
4. Desenformar e servir.

Nota: Verifique as indicações de tempo indicadas na embalagem de agár-agár pois o tempo pode necessitar de ser ajustado.



in greenaos30.blogspot.pt

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Hambúrguer Vegan de Feijão Preto e Quinoa


INGREDIENTES:
850g de Feijão Preto
1 Chávena de Quinoa por cozer
2 chávenas de Água para cozer a Quinoa
1/2 Chávena de Chá de Sal (a gosto)
Sumo de 1 limão
2 colheresde sopa de Azeite
1/2 cebola picada
1/2 Chávena de coentros picados
2 alhos picados
4 colheres de sopa de Sementes de Sésamo

PREPARAÇÃO:
Coza a Quinoa.
Numa picadora junte o feijão, o alho, o sumo de limão, o azeite e o sal. Pique tudo. Depois junte a cebola, a quino cozida, e os coentros e pique novamente. Junte as sementes de sésamo e misture tudo.
Depois é só dar a forma de hambúrguer e com um pouco de azeite no fundo da frigideira, deixar dourar. Bom apetite!


in "Sou Veg por amor aos animais."